Home

[24-03-2015] LA REVISTA BRASILEÑA PUBLICA EL EDIFICIO DE ARCELORMITTAL AVILÉS_

Criar um complexo de pesquisas em um parque empresarial, mas que mantivesse a essência das ruas, das praças e das sensações que se respiravam na antiga sede, localizada no centro histórico da cidade. Este foi o principal desafio do arquiteto espanhol Sergio Baragaño, do escritório de arquitetura [baragaño], ao projetar o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Global da ArcelorMittal na cidade de Avilés, em Astúrias, no norte da Espanha. Para a construção, localizada em um terreno de 2.500 m2 nos arredores de um estuário, um conjunto arquitetônico modular em aço foi idealizado. Sobrepostos, os módulos – que mais parecem contêineres – surgem em duas cores que conferem identidade à obra e remetem a uma grande zona portuária de aspecto fabril.

De acordo com o arquiteto, enquanto a cor preta presente em quase todos os volumes lembra o carvão e o ferro, o vermelho faz alusão ao fogo, elemento imprescindível no processo de produção do aço. Externamente, uma escada vermelha de caráter escultural feita em chapa de aço lisa interliga os edifícios e marca a expressão arquitetônica de todo o conjunto. Segundo Baragaño, o desenho da fachada foi feito pelo arquiteto japonês Toyo Ito para a Feira de Barcelona – um dos maiores e mais modernos espaços de eventos da Europa – e, posteriormente, utilizado para compor a identidade do centro de pesquisas. A fachada foi feita com chapas metálicas de superfície lisa na cor preta e com chapas perfuradas que, juntas, conferem um visual diferenciado ao conjunto. “As chapas perfuradas foram utilizadas onde a entrada de luz se fazia necessária. As chapas têm 30 cm de largura e uma altura contínua do chão ao teto”, explica Baragaño.

Aço em destaque

Na entrada, um conjunto de volumes que se abrem para o sul, em direção à cidade, dão as boas-vindas aos visitantes. A maioria dos perfis utilizados são laminados, com qualidade EN 10025 S-275JR de diferentes dimensões e vigas alveolares fabricadas a partir de perfis laminados. As lajes, por sua vez, foram feitas com forma laje tipo steel deck justamente por suas propriedades construtivas, que viabilizaram um transporte mais econômico
e uma rápida montagem. Segundo o arquiteto, o steel deck utiliza aço de 0,7 mm de espessura para uma área de até 3,60 m em duas seções contínuas.

Para Baragaño, o ponto mais interessante e complexo do projeto encontra-se no trecho de entrada, onde uma estrutura em balanço suporta a maior carga da edificação, que abriga um dos laboratórios do centro de pesquisas.
Nos espaços industriais, vigas alveolares conferem flexibilidade, menor peso e beleza à concepção arquitetônica destas áreas internas.

Construção sustentável

Segundo dados do arquiteto, 70% do aço usado na obra foi obtido por reciclagem e toda a estrutura é parafusada, o que facilita a desmontagem do edifício quando necessário. O vidro também tem presença significativa na edificação que recebeu materiais transparentes, translúcidos e u-glass, favorecendo a entrada de luz por meio de grandes vidraças.

O apelo sustentável do conjunto chama a atenção. O edifício, que ganhou o prestigioso prêmio europeu KNX de eficiência energética, recebeu um sistema de cogeração de energia que propiciou economia de 17% no consumo
do complexo. “Acreditamos na importância da adoção de uma base sustentável na forma de se construir. Tentamos otimizar os recursos e o tempo de execução do projeto apostando em uma construção seca e eficiente em que o aço teve um papel crucial”, finaliza Baragaño.

Revista Arquitetura & Aço

 01 02 03 04blanco-liso-mate-liso-brillo

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s